Com a integração da experiência dos últimos dez anos, vários expositores e participantes consideram que a “Exposição de Franquia de Macau 2019” (2019MFE) tem aperfeiçoado os diversos trabalhos e serviços de forma aprofundada. A MFE, enquanto uma plataforma de referência internacional para a promoção dos regimes de franquia de marcas e de cadeias de lojas, está a desenvolver as potencialidades singulares de Macau, tendo as entidades expositoras e participantes conseguido obter resultados satisfatórios.

Em coordenação com as “Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, foi incluído nesta edição da MFE um vasto leque de elementos relativos à Grande Baía, visando impulsionar a cooperação inter-regional e aproveitar oportunidades de desenvolvimento, através da participação de delegações provenientes dos municípios integrados na Grande Baía, da “Zona de Comércio da Região da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau” e das actividades de “Investigação de Mercado destinada à Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau: Macau e Zhongshan”. Paralelamente, tendo como objectivo desenvolver as potencialidades de Macau enquanto plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa de forma aprofundada, a presente edição da MFE ampliou ainda mais a “Zona de Exposição dos Países de Língua Portuguesa”, na qual se constatou um acréscimo de empresas participantes em relação ao ano passado, tendo atraído mais de vinte expositores provenientes de Portugal e do Brasil. A par do referido, além de continuar com a “Avenida Gourmet” e o “Pavilhão de Consultadoria de Marcas”, este ano foram acrescentadas a “Zona de Exposição para o Novo Modelo de Venda a Retalho e de Apoio Comercial”, a “Zona de Marcas Características” e a “Zona de Marcas Famosas”, com vista a ajudar os comerciantes expositores a encontrar parceiros comerciais e a promover melhor os seus produtos e serviços.

A Sra. Wong, responsável do Departamento de Marketing de uma marca local de bebidas de chá, disse que foi a primeira vez que participou na MFE. A sua empresa dedica-se a vender bebidas de chá com frutas frescas e já possui um total de seis lojas em Macau. Dentro em breve serão abertas lojas de franquia em Londres. A Sra. Wong indicou que durante a exposição, muitos comerciantes provenientes da Indonésia, dos EUA e de países europeus vieram pedir informações para ter mais conhecimentos sobre a empresa. O Sr. Chan, director-geral de uma empresa retalhista de produtos alimentícios brutos e frescos de Zhuhai explicou que a sua empresa estabeleceu mais de trezentas lojas de conveniência e supermercados nas cidades de Zhuhai, Zhongshan, Shenzhen, Guangzhou e Jiangmen. Desta vez, o seu objectivo principal ao participar na exposição foi de promover os produtos de boa qualidade vendidos pela empresa. O Sr. Chan afirmou que ficou muito satisfeito com os resultados alcançados pela participação na exposição.

O Sr. Carvalho, representante de uma empresa portuguesa dedicada à exploração de centros de fitness, disse que a sua empresa criou vários ginásios em Portugal, e a sua filosofia de negócio reside em desenhar equipamentos de fitness personalizado e seleccionar instrutores de fitness pessoal, com base nas condições físicas das pessoas que pretendem praticar exercício. O Sr. Carvalho revelou que muitos comerciantes demonstraram um grande interesse na empresa durante o decorrer da exposição, esperando poder estabelecer parcerias com eles no futuro.

O Sr. Kurihara, responsável de uma marca famosa de rámen do Japão, indicou que foi a primeira vez que participou na MFE, e que durante os três dias da exposição, recebeu pedidos de cooperação de empresas de diversos países e regiões, tais como do Interior da China, da Austrália, da Indonésia, do Vietname, de Macau, etc., estando bastante satisfeito com os resultados obtidos pela participação na exposição.

Na “Zona de Exposição para o Novo Modelo de Venda a Retalho e de Apoio Comercial”, o Sr. Lao, director-geral de uma empresa dedicada à promoção de máquinas de venda automática que comercializa exclusivamente bebidas quentes, afirmou que o aperfeiçoamento das formas de pagamento online e off-line, neste momento, tem uma certa importância para a expansão de negócios das empresas. Acrescentou que a máquina de venda automática de bebidas, que promoveu desta vez, consegue fornecer mais de dez tipos de bebidas quentes e os utilizadores podem escolher à vontade de acordo com as próprias necessidades, e por isso, a referida máquina atraiu um bom número de entidades do sector de restauração e empreendedorismo. Por sua vez, outro expositor, o Sr. Chung, director do Departamento de Venda a Retalho de um banco, afirmou que não só conseguiu dar a conhecer melhor ao público o serviço de financiamento do banco, mas também comunicou melhor com outros expositores participantes no recinto da exposição, a fim de encontrar parceiros e mais oportunidades de negócio.

Na “Zona de Marcas Características” acrescentada este ano, a Sra. Chan, directora do Departamento de Comércio Electrónico de uma sociedade de marca de beleza de Macau, disse que a referida marca de beleza foi criada em Macau há mais de vinte anos, e os seus negócios já se expandiram ao mercado do Interior da China. Nos últimos anos, a sua empresa tem-se dedicado a desenvolver os próprios produtos de beleza, e até a combinar os mesmos com especialidades e lembranças locais, sobretudo máscara com embalagem de carta postal, produtos de beleza dentro de caixinhas de presente, entre outros. A par do referido, a Sra. Chan adiantou que durante a exposição, muitas entidades e empresas vieram pedir informações e manifestaram a intenção de cooperar, estando por isso muito satisfeita com os resultados obtidos através da sua primeira participação na MFE. Por fim, a Sra. Chan manifestou a sua vontade de participar novamente no próximo ano.

A “Avenida Gourmet”, por seu turno, foi sempre muito aclamada pelo público desde a sua criação. O Sr. Chan, director-geral de mercado de uma empresa dedicada ao fabrico de comida pré-confeccionada, explicou que a respectiva marca de comida foi criada em Macau há cerca de 25 anos, e para além desta, a empresa tem desenvolvido outros tipos de produtos nos últimos anos, tais como molho de caril, doubanjiang (pasta de soja fermentada), etc. Em simultâneo, o Sr. Chan valorizou o serviço de bolsas de contactos levado a cabo pela entidade organizadora da MFE, salientando que as sessões de bolsas de contactos proporcionaram oportunidades de encontro aos investidores com verdadeiras intenções de cooperação, e auxiliaram os expositores a encontrar facilmente parceiros adequados.

Adicionalmente, a organização voltou a estabelecer o “Pavilhão de Consultadoria de Marcas” durante a presente edição da MFE, disponibilizando serviços de consultoria relativos à valorização de marcas aos interessados em lançar ou expandir um negócio através do regime de franquia de marcas. O Sr. Kou de Hong Kong, director de projecto de uma empresa de purificadores de ar, indicou que recebeu uma análise personalizada relativamente aos problemas da própria empresa no referido pavilhão, no sentido de aperfeiçoar a imagem de marca e elaborar estratégias de promoção adequadas à sua medida. O Sr. Sio, instrutor no recinto da exposição, revelou que muitas empresas oferecem produtos com grande potencialidade, só que carecem de uma embalagem e promoção da marca, e o referido Pavilhão pode oferecer pareceres profissionais destinados à resolução dos problemas existentes.

Além do mais, foram celebrados vários acordos no Centro de Assinatura de Protocolos durante o decorrer da exposição, entre os quais, uma empresa de marca de bebidas de café e chá de Macau celebrou um contrato de cooperação com o seu parceiro de Zhuhai. O administrador da referida empresa, o Sr. Chan, afirmou que para além de reforçar ainda mais as relações de cooperação com o parceiro, a presente cooperação serve, ao mesmo tempo, como ponto de partida para a empresa expandir os negócios na Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, entre outros mercados. Durante a exposição, houve outra empresa comercial de Macau com uma longa história que celebrou um protocolo de cooperação com uma empresa de Zhuhai. A gestora-adjunta da referida empresa comercial, a Sra. Lo, revelou que a empresa está a planear abrir uma loja no aeroporto na fase inicial da cooperação, tendo em vista realizar encontros com as entidades dos municípios integrados na Região da Grande Baía, com a finalidade de promover melhor os vinhos e produtos alimentícios de Portugal.

客商於“葡語國家展區”配對洽談 (Click to open)

Comerciantes participaram na bolsa de contactos na Zona de Exposição dos Países de Língua Portuguesa

“美食街"聚集人氣 (Click to open)

A “Avenida Gourmet” atraiu um bom número de visitantes