Continua a decorrer a 20.ª edição da Feira Internacional de Macau (20th MIF, na sigla inglesa). Tanto o recinto da Feira como as respectivas actividades são dotados de rico conteúdo. Há expositores que concordam que o novo conceito do planeamento das zonas de exposição da Feira é útil para a expansão dos seus negócios. Além disso, os visitantes acreditam que, através da MIF, as Pequenas e Médias Empresas de Macau poderão utilizar a plataforma de comércio electrónico para desenvolver os seus negócios.

Expositores acreditam na eficácia da Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa, que poderá ter bons resultados
A Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa, especialmente introduzida nesta edição da MIF, atraiu mais de 150 expositores, incluindo 16 fornecedores de serviços profissionais já inscritos no “Portal de Informação”. O Director-Geral de Serviços ao Cliente da empresa “Ucan.com Group Limited”, Sr. Lam Hang, manifestou a esperança de, através da MIF e do canal disponibilizado pelo Portal para a Cooperação na Área Económica, Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa (ou “Portal de Informação”), possam ser desempenhadas as vantagens das aplicações para telemóveis desenvolvidas pela sua empresa, com vista a abrir os mercados de Macau e do Interior da China, e, por esta via, ajudar as tradicionais Pequenas e Médias Empresas promover o marketing e venda dos seus produtos “on-line”. Outra expositora, a Sra. Matilde Branquinho, com experiência de várias edições da MIF, disse que, dos diversos produtos que trouxe para exposição, o vinho tinto consegue atrair maior número de participantes na degustação. Na sua opinião, a MIF é uma plataforma eficaz, esperando poder voltar a participar no próximo ano.  O Sr. Jorge Cimeira, também proveniente de Portugal e que participa como expositor do vinho, disse que, em relação ao ano passado, a configuração da Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa é mais eficiente, tendo revelado que a sua empresa já recebeu pedidos de vários investidores do Interior da China para discussão sobre agenciamento dos produtos da sua empresa.

Organizada pela primeira vez a exposição na MIF do comércio electrónico
Acompanhando de perto as novas tendências de exploração de negócios em regime de e-commerce, os operadores do comércio electrónico, das lojas on-line e do comércio electrónico transfronteiriço organizaram, pela primeira vez, delegações para participar na MIF e realizar negociações de compra, exibir os seus serviços e explorar oportunidades de negócios e cooperação com os Países de Língua Portuguesa. A Sra. Terry Fung, Directora de Parceria Estratégica da Google Hong Kong, é de opinião que, a série de actividades realizadas no âmbito da MIF poderá atrair a atenção de maior número de Pequenas e Médias Empresas de Macau sobre o desenvolvimento do comércio electrónico e aproveitar esta plataforma para expandir os seus próprios negócios.

Aumento da dimensão das zonas de exposição em série, para proporcionar mais oportunidades de negócio 
Na Zona de Exposição dos Projectos do Parque Industrial de Cooperação Guangdong-Macau em Hengqin, introduzida pela primeira vez este ano, bem como na Zona de Exposição de Hengqin, Zhuhai, estão patentes quatro projectos do Parque Industrial acima mencionado, nos domínios de produção de filmes e vídeo, logística, tecnologia de informação e comércio de produtos dos Países de Língua Portuguesa, com vista a mostrar as perspectivas do desenvolvimento desses projectos. Os expositores acreditam que a exposição em série pode mostrar mais especificamente as oportunidades que Zhuhai e Hengqin oferecem.

Artigos culturais e criativos expostos em destaque foram alvos de atenção dos visitantes
Além disso, o Pavilhão de Criatividade de Macau, organizado pelo Instituto Cultural, tem como tema, este ano, o mapa cultural e artístico, na esperança de que os visitantes ao referido pavilhão possam, seguindo as pegadas, visitar os pontos de interesse cultural de Macau e apoiar as indústrias culturais e criativas desta cidade. A Zona do Festival de Modas de Macau, além da demonstração de moda e do “brand collection show”, proporciona também oportunidades para intercâmbio com os designers. A Mostra Conjunta de Arquitectura Internacional de Macau incluiu mais de 400 excelentes obras recolhidas minuciosamente em todo o mundo, incluindo, nomeadamente, projectos de autoria da afamada arquitecta da Inglaterra, Dame Zaha Hadi,  e do grande arquitecto português Álvaro Siza. Os expositores representativos da Feira Internacional de Indústrias Culturais da China (Shenzhen) trouxeram, para a MIF, obras de arte e derivados dos grandes mestres da China, atraindo a atenção de grande número de visitantes. No âmbito da “Macao International Printing and Packaging Products Fair 2015”, integrada na MIF, foram expostas as últimas tecnologias utilizadas pelo sector de impressão.

Fotografia

Expositores reconhecem a eficácia da Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa.
Fotografia

A MIF organizou seminários para os participantes poderem trocar opiniões epartilhar oportunidades de comércio geradas pelo e-commerce.