(Fonte : Gabinete de Comunicação Social)

A Conferência Conjunta de Cooperação Guangdong-Macau 2016 realizou-se hoje (21 de Junho), em Macau e os dirigentes das duas regiões tiveram um encontro com a comunicação social, onde o Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) afirmou que está constantemente a aperfeiçoar e a alargar o conteúdo, o nível e o âmbito da cooperação Guangdong-Macau. Na reunião, debateram as áreas essenciais e as vertentes de desenvolvimento da futura cooperação entre as duas regiões, onde conseguiram atingir vários consensos, um deles a participação mútua na criação de “Uma Faixa, Uma Rota”. O governador da Província de Guangdong, Zhu Xiaodan, apontou que na futura cooperação, irá destacar a criação do comércio de serviços Guangdong-Macau, participar na estratégia nacional acima referida, bem como acelerar a construção das infra-estruturas transfronteiriças e o intercâmbio de jovens das duas zonas.

Chui Sai On começou por dizer que os dois governos ao aperfeiçoar contiuamente a cooperação, prestam também atenção às necessidades e aos pedidos da população, como é o exemplo da situação da construção da Central Nuclear de Taishan. O governo da RAEM comunicou imediatamente o governo da Província de Guangdong, através do mecanismo de ligação Guangdong-Macau, clarificando a necessidade de salvaguardar a segurança da vida e dos bens da população, servindo como pressuposto a eliminação da preocupação da população.

Em relação à participação mútua na construção de “Uma Faixa, Uma Rota”, Chui Sai On apontou que, o lançamento das estratégias nacionais, tais como, o planeamento do 13º Plano Quinquenal, da iniciativa de “Uma Faixa, Uma Rota”, “Pareceres Orientadores sobre o Aprofundamento da Cooperação da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas” e outras políticas importantes, trouxe grandes oportunidades de desenvolvimento à Província de Guangdong e à RAEM, onde foram envidados esforços para a construção de “Um Centro, Uma Plataforma”, a diversificação económica e o desenvolvimento sustentável de Macau.

O mesmo responsável sublinhou ainda que, com a assinatura da «Carta de intenções sobre a participação conjunta na criação de “Uma Faixa, Uma Rota”», o governo da RAEM irá estabelecer, de forma activa, uma comissão desta matéria, guiando e elaborando Macau em participar nos trabalhos relacionados. Ainda, os dois governos estabeleceram gabinetes de ligação, o Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau da Província de Guangdong e o Gabinete do Chefe do Executivo, criando um mecanismo de comunicação para a estratégia “Uma Faixa, Uma Rota”. Macau sendo um «Centro Mundial de Turismo e Lazer» e uma «Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa», é favorável na participação do desenvolvimento da estratégia nacional, bem como na organização, com o governo da Província de Guangdong, de visitas aos países do percurso de “Uma Faixa, Uma Rota”, para explorar os mercados do exterior.

Por sua vez, o governador da Província de Guangdong, Zhu Xiaodan, considerou também que o aprofundamento da cooperação Guangdong-Macau proporcionou novas oportunidades. No futuro, as duas regiões irão reforçar a cooperação nos seguintes aspectos: tornar a Baía Daguang numa porta importante para a estratégia “Uma Faixa, Uma Rota”; aproveitar bem as vantagens específicas de Macau como plataforma entre China e Países da Língua Portuguesa; apoiar as empresas das duas regiões no investimento em países do percurso de “Uma Faixa, Uma Rota”; aprofundar a cooperação da indústria de turismo internacional de Guangdong e Macau, estimulando a exploração e alargamento da indústria até esses países.

Ao ser questionado sobre como criar mais oportunidades aos jovens, Chui Sai On afirmou que o governo da RAEM dá muita importânia à cooperação regional, ao desenvolvimento da diversificação económica da Zona de Comércio Livre na Ilha de Hengqin, Nansha e Qianhai, bem como, à cooperação com Cuiheng da Cidade de Zhongshan. Pelo que, com o apoio prestado pelo Governo Central e Guangdong, o governo da RAEM irá esforçar-se em criar mais oportunidades aos jovens de Macau através da criação conjunta de “Zona Económica da Baía Daguang de Jiangmen” e “Zona piloto de cooperação geral Guangdong-Macau em Zhongshan” com Guangdong.

Zhu Xiaodan apontou ainda que o empreendedorismo dos jovens é um dos trabalhos essenciais nesta cooperação, pelo que o governo da Província de Guangdong irá impulsionar vários trabalhos neste âmbito, incluindo, a aceleração na construção da “Oficina (internacional) de inovação de Nansha para os jovens de Guangdong, Hong Kong e Macau” e do “Vale de criação de negócios para os jovens de Macau em Hengqin”, para que os jovens de Macau tenham espaço de inovação e empreendedorismo em Guangdong; reforçar as orientações do governo no âmbito de ensino e formação, emprego e empreendedorismo, e inovação da tecnologia, fornecendo, deste modo, serviços gerais aos jovens de Macau para criarem os seus próprios negócios em Guangdong; e ainda promover o intercâmbio regular dos jovens das duas regiões.

Fotografia

Encontro do Chefe do Executivo da RAEM, Chui Sai On, e do Governador da Província de Guangdong, Zhu Xiaodan, com a comunicação social.

Fotografia

Participação conjunta na criação de “Uma Faixa, Uma Rota”