Bandeira Nacional

Fotografia

Mapa

Fotografia

Breve Apresentação

O Brasil localiza-se no sudeste da América do Sul e é o país com uma área terrestre mais extensa e com mais população da América Latina. A área terrestre do país é superior a 8,50 milhões quilómetros quadrados, tendo uma população de mais de 200 milhões de habitantes. Brasília é a capital e é o centro político do Brasil. São Paulo é a cidade mais populosa, sendo também o centro nacional da indústria e comércio, financeiro e de transportes do Brasil.

Ambiente de Investimento

Como o Brasil possui um sistema jurídico completo, tendo um grande mercado, um grande número de recursos, grande impacto no mercado internacional e uma grande potencialidade de desenvolvimento económico. Nos últimos anos, o governo tem lançado uma série de medidas de reforma para revitalizar a economia, de forma a reduzir os custos de operação das empresas e elevar o nível de abertura do mercado. De acordo com as estimativas da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), em 2019, o Brasil registou um aumento nos investimentos directos estrangeiros de 26%, atingindo 75 mil milhões, e tornou-se a quarta maior economia do mundo.

O Doing Business Report 2020, publicado pelo Banco Mundial, apontou para uma melhoria do Brasil na abertura de empresas e do registo de propriedades.

O sector dos serviços é o sector mais produtor do Brasil, representando cerca de 73,2% do PIB, dentro do qual, o turismo é consideravelmente competitivo a nível internacional. Além disso, o Brasil é uma economia exportadora de produtos agrícolas, exportando essencialmente os produtos como soja, milho, açúcar de cana, café e tabaco. O seu sector de indústria encontra-se no topo da América Latina, como a energia nuclear, a telecomunicação, os componentes electrónicos e a fabricação de aviões encontram-se numa posição avançada a nível mundial.

Situação Geral do Comércio

Os principais destinos de exportação do Brasil são a China, os Estados Unidos da América, a Holanda e a Argentina, sendo os principais produtos a soja, o petróleo e os minérios de ferro. As principais origens de importação do Brasil são a China, os EUA, a Argentina e a Alemanha, sendo os principais produtos o petróleo, as embarcações e as peças para automóveis.

Desde 2009, a China tem sido o maior parceiro comercial do Brasil durante 10 anos consecutivos. Ao mesmo tempo, o Brasil, além de ser o maior parceiro comercial da China na América Latina, é, também, o maior parceiro da China no âmbito dos BRICS. Os tipos de produtos que a China exporta para o Brasil são principalmente as máquinas e os equipamentos electrónicos para as embarcações, enquanto os produtos que a China importa do Brasil são principalmente a soja, o petróleo e os minérios de ferro.

Indicadores Económicos

2017(a)

2018(a)

2019(a)

2020(b)

Área terrestre (km²)

8.547.400

8.547.400

8.547.400

8.547.400

População (milhões)

206,8

208,5

210,1

211,8

PIB (milhões de USD)

2.062,4

1.885,1

1.839,5

1.537,7

Crescimento efectivo do PIB (%)

1,3%

1,3%

1,1%

-5,5%

Total das Exportações (milhões de USD)

218.069

239.537

225.821

202.442

Total das Importações (milhões de USD)

-154.109

-186.490

-185.039

-168.369

Índice de Preços no Consumidor (%)

2,9%

3,7%

4,3%

3,1%

Saldo da Balança de Transacções Correntes (milhões de USD)

-15.015

-41.540

-49.452

-35.542

Taxa de câmbio (BRL: USD)

3,31

3,87

4,03

4,47

Notas: (a) Valor actual; (b) Estimativa de EIU; (c) Previsão da EIU 
Fonte: «Brasil Country Report (May 2020)» of Economist Intelligence Unit (EIU)

Principais Destinos de Exportação e Importação

Principais destinos de exportação (2018)

Percentagem no total

China

28,1%

Estados Unidos da América

13,3%

Holanda

4,5%

Argentina

4,3%

Outros

49,8%

Principais origens de importação (2018)

Percentagem no total

China

19,9%

Estados Unidos da América

17,1%

Argentina

6,0%

Alemanha

5,8%

Outros

51,2%

Fonte: International Trade Tower (ITC)

Principais Produtos de Exportação e Importação

Principais produtos de exportação (2018)

Percentagem no total

Combustível mineral, óleo mineral e produtos destilados; substâncias com asfalto; cera mineral

13,4%

Sementes e frutos oleaginosos; grãos, sementes e frutos diversos; plantas industriais ou medicinais; palhas e forragens

11,8%

Minério, escórias e cinzas

11,3%

Carnes e miudezas, comestíveis

6,8%

Outros

56,7%

Principais produtos de importação (2018)

Percentagem no total

Combustível mineral, óleo mineral e produtos destilados; substâncias com asfalto; cera mineral

13,5%

Aparelhos eletromecânicos e seus acessórios; equipamentos de gravação e repetidores de som, gravador e reprodutor de imagem e som de televisão, e suas peças e acessórios

12,5%

Reactores nucleares, caldeiras, máquinas e aparelhos mecânicos; e respectivos acessórios

12,0%

Automóveis e peças para automóveis (com excepção de material circulante ferroviário ou eléctrico)

6,9%

Outros

55,1%

Fonte: International Trade Tower (ITC)

Estatísticas do Comércio Bilateral entre o Interior da China e o Brasil  (10 mil de USD)

Ano

Total de exportações e importações

Total das exportações*

Total das importações**

2019

11.534.169,8

3.554.389,9

7.979.779,9

2018

11.118.082,6

3.366.877,7

7.751.204,9

2017

8.754.239,9

2.895.713,9

5.858.526

2016

6.771.290,2

2.197.523,9

4.573.766,3

2015

7.158.350,2

2.741.663,5

4.416.686,7

Notas:* Total das exportações do Interior da China para o Brasil; ** Total das importações do Interior da China do Brasil.
Fonte: Serviços de Alfândega da República Popular da China

Estatísticas do Comércio Bilateral entre a RAEM e o Brasil (USD) (1 USD» 8 MOP)

Ano

Total de exportações e importações

Total das exportações*

Total das importações**

2019

64.875.027

64.943

64.810.084

2018

57.363.870

5.042

57.358.828

2017

47.624.376

12.408

47.611.968

2016

48.761.796

12.713

48.749.082

2015

40.439.654

1.980

40.437.674

Notas:* Total das exportações de Macau para o Brasil; ** Total das importações de Macau do Brasil.
Fonte: Direcção dos Serviços de Estatística e Censos da RAEM

Fontes: 

  • «Guia de Investimento e Cooperação Nacional (Regional) – Brasil», Ministério do Comércio da RPC.
  • Serviços de Alfândega da República Popular da China
  • Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços
  • SinoMaps Press
  • Direcção dos Serviços de Estatística e Censos da RAEM
  • International Trade Tower (ITC)
  • «Brasil Country Report (May 2020)» of Economist Intelligence Unit
  • Doing Business Report 2020, Banco Mundial.

Actualizado em Maio de 2020.