A “25.ª Feira Internacional de Macau” (25.ª MIF), a “Exposição de Franquia de Macau 2020” (2020MFE) e a “Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2020” (2020PLPEX) encerraram hoje (dia 24) com grande êxito. A edição que agora termina reforçou ainda mais a plataforma de exposição online e potenciou eficientemente a vantagem da organização conjunta e simultânea das três exposições, alicerçada na realização paralela de acções online e offline. Durante os três dias de exposição, foram registados mais de cem protocolos assinados, abrangendo projectos em diversos domínios, nomeadamente introdução de produtos fabricados em Macau e de marcas locais em supermercados especializados, comercialização de produtos oriundos dos Países de Língua Portuguesa nas plataformas de comércio eletrónico locais, aquisição de máscaras fabricadas em Macau, intenção de aquisição de produtos agrícolas do Interior da China, parcerias de investigação científica e tecnológica, entre outros. Foram ainda organizadas mais de 670 sessões de bolsa de contacto online e offline, contribuindo assim, através do papel de Macau enquanto plataforma de convenção e exposição, para a exploração de possíveis oportunidades de cooperação, por parte das empresas expositoras e participantes comerciais.

Acções paralelas online e offline contou com mais de 270 sessões de bolsa de contactos em nuvem

Nesta edição, a criação de uma plataforma expositiva online pela MIF, MFE e PLPEX contou com a adesão de mais de 1.100 empresas expositoras e de mais de 4.300 produtos expostos nas salas de exposição online. Para além de sessões de bolsas de contactos no local, este ano ainda foram adicionados serviços de bolsa de contactos e de assinatura de protocolos em nuvem, possibilitando assim sessões baseadas no modelo “online-offline” e “online-online”, havendo também programação de várias actividades de contacto temática.

A Sr.ª Lau, Directora Geral do Departamento de Marketing da Companhia de Investimento Internacional Tong Peng Limitada, uma expositora local que participou na exposição pela sexta vez, disse que durante as sessões de contactos de negócios online a fábrica de processamento da empresa chegou a intenções de aquisição com marcas como produtos de chá de Hubei a Xiamen Airlines, e espera estabelecer cooperação com eles num futuro próximo.

O Sr. Ouyang, Director do Departamento de Comércio Electrónico da Qianjiang Liuwu Aquatic Food Co., Ltd. participou nas bolsas de contactos e assinatura de protocolos em nuvem, disse que foi mais rápido e mais conveniente localizar negócios de qualidade online, acrescentando que a empresa assinou acordos de venda de lagostim com várias empresas de restauração e de comércio de Macau, e que chegou a intenções de fornecimento de mercadorias com várias empresas de Macau. Ele considerou os eventos como conducentes à expansão de negócios da sua empresa e expressou a sua espectativa de participar novamente nos eventos no futuro.

        A Sr.ª Lee, representante da Padaria Cinco de Outubro de Macau, que participou na sala de transmissão ao vivo, apontou que a transmissão ao vivo pode ajudar a empresa a chegar a mais clientes como uma nova forma de negócio para complementar as exposições offline, acrescentando que a empresa planeia explorar plataformas de comércio electrónico e o comércio ao vivo para procurar mais oportunidades de negócio, especialmente no contexto da pandemia de COVID-19.

O Sr. Carlos Jimenez, expositor português, Director Executivo Comercial Internacional da empresa Carob World, que participou pela primeira vez via online nas exposições, disse que recebeu feedback de clientes e que as duas partes estabeleceram intenções de parcerias, pelo que o expositor acredita que em comparação com o modelo offline, a divulgação de informações online é mais conveniente e oportuna.

O Centro de Apoio Comercial One-Stop para Empresas na exposição offline contribui para a exploração de mercados diversificados

Este ano, as três exposições ocupam uma área de 25.000 metros quadrados, com aproximadamente 1.200 stands. O Sr. Lu, Vice Presidente do Hit Big Data Group da Macao Juvenile Venture International Group Limited, que participou na Zona de Inovação Científica e Tecnológica pela primeira vez, comentou que as três exposições em simultâneo  permitiu que as empresas de empreendedorismo juvenil e as de inovação tecnológica explorarem a possibilidade de cooperação, esperando que a empresa possa fornecer apoio de produtos ou apoio técnico para Macau no futuro. O Sr. Lau, Vice-Presidente de Operações da Noble Mart Macau, que participou na sessão de bolsas de negócios no recinto, manifestou que, com a ajuda do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), a empresa assinou acordos de cooperação com várias marcas, incluindo a Lai Kei e a Pak Fa Fui, através das plataformas da exposição, e promoveu a sua marca através de actividades online e offline.

O Sr. Rui Pereira, Director Geral da Ekithi Agricola, Lda, que se dedica ao comércio de alimentos orgânicos de Moçambique, afirmou que, apesar de se tratar da primeira vez que participou na MIF, com o apoio do governo moçambicano e do IPIM, já alcançou uma intenção de cooperação preliminar com um empresário de Fujian durante a negociação realizada no decorrer da exposição, no sentido de explorar em conjunto o mercado chinês.

O Sr. Chu, interessado em iniciar o seu negócio no Interior da China, disse que o “Centro de Apoio Comercial One-Stop para Empresas” ofereceu informação de investimento suficiente para as empresas construírem estratégias adequadas de marketing e explorarem mercados diversificados.

Além disso, o IPIM, juntamente com a Direcção dos Serviços de Economia, a Direcção dos Serviços de Turismo, a Federação Industrial e Comercial das Ilhas de Macau, e a Federação da Indústria e Comércio de Macau Centro e Sul Distritos, preparou e coordenou uma visita guiada aos bairros comunitários de Macau para os expositores e participantes comerciais, actividade que, segundo algumas PMEs locais, por um lado, impulsionou o desenvolvimento da economia comunitária, especialmente nas zonas antigas de Macau, com a introdução de comerciantes visitantes, e por outro lado facilitou a exploração de mercados das PMEs através da promoção destes comerciantes.

Realização paralela de exposições e fóruns com vista à angariação de sugestões e de propostas dos académicos e especialistas

Durante a realização das três exposições, foram organizados mais de 50 fóruns, conferências e sessões de promoção, entre os quais se destaca o “Fórum para o Comércio e o Investimento Internacionais e Fórum sobre Oportunidades de Negócio nas Actividades de Franquia e em Cadeias de Lojas de Marcas Internacionais 2020”, com o tema focado na “Criação Conjunta de Oportunidades de Negócio Benéficas e Inovadoras para a Exploração da Economia Digital”. O evento contou com a partilha de conhecimentos e de visões sobre a promoção e marketing de marcas através de ferramentas digitais, por parte das marcas de serviços de marketing digital, designers de marcas conhecidas, directores de operações de marcas, etc. Outros eventos relevantes foram realizados em paralelo, tais como a “17.ª Cimeira Mundial dos Empresários Chineses”, a “Sessão de Intercâmbio Económico e Comercial entre os Países de Língua Portuguesa, Fujian e Macau” e a “Sessão de Bolsa de Contactos Alusiva a Vinhos e Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa”, sendo que tudo isto forneceu aos comerciantes de todas as partes uma plataforma de intercâmbio.

Hoje foi o último dos três dias de exposição, e foram ainda várias as actividades fantásticas realizadas, tanto a nível online como offline, tendo sido atraídos muitos comerciantes e residentes. Segundo a Sra. Lei e a Sra. Kong, residentes locais que compraram pimenta e outros produtos de especiarias oriundos de Taiwan, as três exposições colocaram à sua escolha um vasto leque de marcas diversificadas.

A “Exposição de Franquia de Macau 2021” (2021MFE) terá lugar entre os dias 30 de Julho e 1 de Agosto do próximo ano. A “26.ª Feira Internacional de Macau” (26.ª MIF) e a “Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2021” (2021PLPEX), por sua vez, irão ser realizadas entre os dias 21 e 23 de Outubro de 2021.


Fotografia

As empresas expositoras encontram parcerias através das sessões de bolsa de contactos em nuvem.


Fotografia

Ambiente dinâmico no Pavilhão das Pequenas e Médias Empresas de Macau


Fotografia

Actividades diversificadas na “Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2020” (2020PLPEX).


Fotografia

As gastronomias populares locais atraem a atenção e o interesse dos comerciantes e residentes.


Fotografia

O “Fórum para o Comércio e o Investimento Internacionais e Fórum sobre Oportunidades de Negócio nas Actividades de Franquia e em Cadeias de Lojas de Marcas Internacionais 2020” reúne líderes empresariais, compradores profissionais e académicos para discussão de novas oportunidades de negócio.