Com vista a apoiar, com mais dinamismo, os fornecedores de produtos alimentares dos países de língua portuguesa na exploração dos mercados do Interior da China, o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) realizou as três Actividades Promocionais e Sessões de Bolsas de Contacto Alusivas aos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa respectivamente em Guangzhou, Zhongshan e Zhuhai no período entre 25 e 27 de Novembro. Durante as quais, foram exibidos e apresentados produtos típicos de 19 fornecedores de produtos alimentares lusófonos, o que atraiu a participação de mais de 360 compradores, ganhando uma atmosfera demasiada animada.

As três Actividades Promocionais e Sessões de Bolsas de Contacto Alusivas aos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa realizaram-se sucessivamente nos Aloft Guangzhou Tianhe Hotel, Sheraton Zhongshan Hotel e Zhuhai Charming Holiday Hotel. 19 fornecedores dedicados ao comércio de produtos lusófonos, liderados pelo IPIM, exibiram produtos alimentares, como café, vinhos, água mineral, petiscos, sal marinho, sumos, latas de sardinhas, mel, entre outros e vários produtos domésticos. Os fornecedores, através da disponibilização da degustação e promoção de produtos in loco, apresentaram detalhadamente os seus produtos lusófonos aos compradores e tiveram com eles intercâmbio sobre o desenvolvimento do respectivo sector, esperando aproveitar as políticas e medidas benéficas no âmbito da Grande Baía de Guangdong-HongKong-Macau, no sentido de explorar mais oportunidades de negócios e de cooperação.

Participantes esperam a realização de mais eventos semelhantes, afirmando a sua eficácia

O Sr. Zuo, representante de uma fornecedora, que participou pela primeira vez no evento, referiu que o evento contribuiu para o desenvolvimento de produtos lusófonos nos mercados abrangidos pela Grande Baía, impulsionando também o desenvolvimento do respectivo sector. Acrescentou que, através do presente evento, conheceu outros fornecedores de Macau dedicados ao comércio de produtos lusófonos, esperando, ainda, haver mais oportunidades na cooperação futura para explorar em conjunto os mercados da Grande Baía repletos de vitalidade e de potência.

O Sr. Wu, agente de vinhos dos países da língua portuguesa em Macau, que participou pela nona vez no evento, tinha conseguido encontrar parceiros de cooperação a longo prazo nas edições passadas. Considerou que, quer na realização do presente evento quer na intenção de fazer negócios dos comerciantes, não foram afectadas nem diminuídas pela epidemia, estando confiante em conseguir novas encomendas através da cooperação posterior. Ele espera que, no futuro, o IPIM possa organizar mais eventos alusivos aos produtos alimentares dos países de língua portuguesa.

O Sr. Cai, agente de mel do Brasil em Macau, que é fornecedor registado na Base de Dados dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa, do Portal para a Cooperação na Área Económica Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa, indicou que o evento desempenhou a função de sinergia entre os métodos online e offine do Portal. Os compradores, para além de poderem realizar bolsas de contactos com os fornecedores, podem ainda conhecer outros produtos desses mesmos fornecedores através do Portal, elevando, assim, a eficácia de negociações posteriores e o seu sucesso.

O Sr. Li, comprador de vinhos da cidade de Guangzhou, mencionou que o IPIM disponibilizou uma plataforma conveniente e eficaz para o intercâmbio comercial. As Sessões de Bolsas de Contacto juntaram-se muitos tipos de produtos lusófonos de qualidade, fazendo aprofundar o seu conhecimento na gastronomia e na cultura dos países de língua portuguesa, ao mesmo tempo, entre os produtos, mostrou o seu interesse nos vinhos de Portugal por causa da sua dedicação em estabelecimentos de comida e vinhos e está a considerar em introduzi-los.

Os eventos contribuíram para a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre China e os Países de Língua Portuguesa

Desde 2017, o IPIM tem realizado sucessivamente várias edições de Actividades Promocionais e Sessões de Bolsas de Contacto Alusivas aos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa em várias cidades da Grande Baía, no sentido de aprofundar o conhecimento dos comerciantes da Grande Baía sobre os produtos lusófonos, criando, dessa forma, condições favoráveis aos produtos lusófonos na entrada nos mercados abrangidos pela Grande Baía e reforçando a cooperação e o intercâmbio económico e comercial entre a Grande Baía e os Países de Língua Portuguesa.

O presente evento é uma campanha de bolsas de contacto alusivas aos produtos alimentares lusófonos, realizada, pela primeira vez, pelo IPIM na Grande Baía sob a epidemia. No futuro, o IPIM irá, sob a premissa de prevenção e controlo da epidemia, continuar a realizar vários tipos de eventos, promovendo activamente a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. O presente evento é realizado pelo IPIM, co-organizado pelos Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT), Serviços de Comércio da Cidade de Guangzhou, Serviços do Comércio de Zhongshan e Serviços do Comércio de Zhuhai, apoiado pelas Delegações de Guangzhou, de Zhongshan e de Zhuhai do Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China, e colaborado por várias associações comerciais de Macau.


Fotografia

Actividades Promocionais e Sessões de Bolsas de Contacto Alusivas aos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa realizaram-se numa atmosfera demasiada animada


Fotografia

Foram exibidos uma grande variedade de produtos lusófonos


Fotografia

Expositores e comerciantes em negociações