Fotografia

Fotografia

Fotografia

Fotografia

Fotografia

Date: 28 de Maio de 2018

Com vista a impulsionar ainda mais o papel de Macau como a “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, especialmente a construção do “Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa”, no âmbito dos “três centros”, e ajudar as empresas distribuidoras para marcas de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa e as empresas de produtos alimentares de Macau a explorarem o grande mercado de consumo do Interior da China, a Formação Empresarial na “Área de Comercialização de Produtos Alimentares e Bebidas no Interior da China”, organizada conjuntamente pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pela delegação em Macau da Cooperation Centre of Enterprise Europe Network Central China (EENCC Macao), com o apoio do Centro de PMEs da U.E., teve lugar hoje (dia 28) na Sala de Conferências Multifuncional do IPIM (Alameda Dr. Carlos d’Assumpção, n.º 263, Edif. China Civil Plaza, 19.º andar, Macau). O evento atraiu a participação de mais de cem representantes de associações comerciais e empresas locais.

Especialistas de marca analisam as operações práticas para penetrar no mercado chinês

À medida que mudam os hábitos de consumo da sociedade, a procura de produtos alimentares estrangeiros de alta qualidade pelos consumidores do Interior da China tem aumentada. A formação empresarial desta vez é destinada às empresas com interesse em explorar o mercado do Interior da China, de modo a permitir aos agentes distribuidores de alimentos estrangeiros, especialmente às empresas dos produtos alimentares de marca dos Países de Língua Portuguesa ou de Macau,  aprofundarem os seus conhecimentos sobre práticas operacionais de acesso ao mercado de produtos alimentares da China.

Organizará delegação no quarto trimestre para visitar Sichuan e aprender com experiências

Para esta formação  foram convidados o Sr. Rafael Jimenez, consultor do desenvolvimento de negócios do Centro de PMEs da U.E. e o Sr. Bjørn Hembre, director-geral da empresa de consultoria BRANDITAT como oradores principais. Além de explicar os procedimentos de importação de produtos alimentares para o Interior da China, os requisitos de rotulagem e outros conhecimentos introdutórios, o curso de dia inteiro  analisou profundamente os casos de investimento na instalação de fábricas de várias marcas estrangeiras no Interior da China e as operações práticas, incluindo investigação e desenvolvimento de produtos alimentares, regulamentações, inspecções, etc., bem como ensinou estratégias de marketing, promoção e aplicação da plataforma de comércio electrónico para venda de alimentos importados. O curso conteve sessões de discussão e perguntas e respostas,  os formandos  colocaram activamente perguntas no local, pedindo aconselhamento aos palestrantes em relação às práticas da aprovação da etiqueta dos produtos alimentares, desalfandegamento e imposto aduaneiro, assuntos a ter em atenção ao exportar alimentos do país de origem, assim como a promoção.

Além disso, os organizadores convocarão formandos que terminam a formação para visitar Sichuan no quarto trimestre. Nessa altura, estes visitarão as instalações operacionais das empresas estrangeiras de produtos alimentares no local e aprenderão com as experiências  da entrada bem-sucedida de empresas estrangeiras no mercado chinês.